top of page

Mercado calçadista irá fechar 2022 com 4% de aumento da produção

Atualizado: 3 de dez. de 2022

O mercado calçadista irá fechar o ano com números positivos, tanto na parte da produção, quanto da exportação.





Segundo levantamento feito pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), a produção de pares será de 851 milhões, um crescimento de quase 4%. Enquanto isto, as exportações chegaram a marca de 133 milhões, um aumento de 14% em relação ao ano anterior. Números que demonstram um cenário positivo no mercado calçadista.


A causa deste crescimento é, principalmente, motivada pelo aumento de número de empregos gerados no país pelo setor calçadista. Estima-se que entre janeiro e setembro, foram criados 44 mil novos postos de trabalho, em um total de 310 mil empregos diretamente, um número maior do que apresentado nos últimos sete anos e que demonstra um importante crescimento no setor calçadista.



Crescimento do Setor


A expectativa é de um crescimento de 1,6% na produção brasileira de calçados, enquanto para 2023 este cenário poderá ficar em 15,4%. Estes números apresentam uma tendência superior ao de outros setores econômicos. Além do mais, o mundo apresenta um desaquecimento na economia, tendo a expectativa de crescimento de apenas 2,7%, enquanto o PIB do Brasil irá aumentar 0,7%.


Líderes no mercado calçadista


Em 2022 o número de empregos gerados no país foi de 40 mil vagas, sendo o Rio Grande do Sul o líder da geração de postos de trabalho. O Estado da região sul, entre janeiro e agosto deste ano, gerou quase 27,5% do total de empregos no setor, seguido por Ceará, com 22,7%, Bahia e São Paulo, com 14,3% e 11,7% respectivamente.

Em relação ao ano anterior, o Paraná apresentou uma desaceleração de -1,5%, enquanto Bahia, com 27,1% e Sergipe com 24% demonstraram um importante crescimento no setor, que demonstra que os mercados calçadistas nestes estados podem apresentador números positivos em 2023.


Produtores e exportadores de calçados


Outro ponto importante de se destacar: Ceará e Rio Grande do Sul ocupam as primeiras produções de calçados no país, sendo os Estados que mais demonstram força neste segmento. Aliás, é do Rio Grande do Sul o posto de líder de exportações de calçados.


Os Estados Unidos é o principal destino para os calçados produzidos em território brasileiro. Atrás dele estão Argentina, França e Alemanha. Estima-se, por exemplo, que em 2020 foram 700 milhões de dólares arrecadados com a exportação de calçados, com 43 mil toneladas exportadas, sendo o 41º setor que mais exportou no Brasil.


Por Otavio Silva



Leia Mais:


140 visualizações

Opmerkingen


bottom of page