É a morte da TED? Entenda como funciona o PIX, novo serviço de transferência

O PIX, novo serviço instantâneo de pagamentos, vai permitir que os brasileiros enviem e recebam recursos em questão de segundos – e sem pagar nada por isso.


Com o PIX, os clientes poderão fazer transações imediatas em qualquer horário ou dia da semana.


De acordo com o Banco Central, o custo das transferências feitas com o PIX será de R$0,01 a cada 10 operações e deve ser pago pela instituição financeira que recebe os recursos.


O banco BS2 está criando uma plataforma para que pequenas e médias empresas possam utilizar o PIX.


Sugundo o Nubank, o PIX transformará positivamente o mercado tornando mais ágil e prático o ato de fazer pagamentos e transferências.


Acesse o artigo abaixo para saber mais sobre essa INOVAÇÃO.


Clique aqui e acesse o artigo:

https://einvestidor.estadao.com.br/mercado/como-funciona-pix/

14 visualizações